quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Retrocesso Histórico

Em tempos de avançadas tecnologias, com a possibilidade de se chegar à Marte, tempos em que fé e ciência podem caminhar lado à lado, assusta o vislumbre de um retrocesso histórico.
Intolerância religiosa, xenofobia homofobia, países separados por muros... 
A impressão é a de que a humanidade está regredindo.
O Poder nas mãos de Defensores de uma verdade absoluta...
Um futuro incerto, de possíveis conflitos entre as maiores potências mundiais.... Planeta sem rumo.
Protocolo de Kyoto - quem se importa...  Olhemos para o nosso próprio umbigo.

O século XXI rumo  à Idade das Trevas - que Deus nos ajude.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Asas Maiores...

Escrever sempre foi um prazer. Me lembro da minha Olivetti portátil verde -  fazia as provas com ela, no colegial.
Então veio o ensino técnico - o PC era a bola da vez - me recordo da a professora Angela Oshiro falando da "convergência digital", da vinda da "terceira onda".  Tudo parecia tão utópico - a tecnologia através de um único cabo, um único aparelho. Parecia fantástico, coisa de filme de ficção científica - parecia que ela descrevia um episódio de "Star Trek".
Algum tempo depois, na faculdade, veio o "Notebook" - presente de um primo que mora nos Estados Unidos - ferramenta que me auxiliou de forma incontestável durante o curso.
Agora, digitando esse texto através de um "smartphone", no qual, o  que eu menos faço é fazer ligações telefônicas, penso nas aulas da Angela Oshiro e no quando isso tudo me permitiu.
Seja no trabalho, na vida cotidiana, a tecnologia tem me permitido alçar vôos mais distantes.
Minhas asas estão maiores e o horizonte muito mais amplo.

domingo, 8 de maio de 2016

Saga.

Quando, por vezes o desânimo bate, o cansaço paralisa e o medo abala nossas estruturas o melhor a se fazer é olhar para trás e vislumbrar todo o caminho trilhado.  Todas as quedas, tropeços, desvios, tudo o que nos trouxe ao atual momento.
Respiramos fundo, voltamos o olhar para o horizonte à frente.
Há tanto para se  fazer, sentir, viver, presenciar.
Sigamos em frente, com passos firmes, determinados  à chegar,  a vencer.
Por mais denso e íngreme que seja a estrada, cada  quilôqmetro percorrido se torna parte de,  uma história de vitórias.
Com passos certos em direção ao topo, sigamos vençamos, apesar das pedras, dos imensos obstáculos.
A chegada será um cálice doce, compartilhado com aqueles que nos entenderam a mão ao longo do percurso.
As conquistas tem um sabor diferente quando os passos são difíceis, mas firmes.
Então a  abençoada vitória cala a voz dos que nos açoitaram com palavras de derrota.
No topo alçamos vôo rumo à novos Horizontes,  novos mundo mundos.
Assim outra jornada se inicia, o ciclo se fecha e outro se inicia.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Quando Vamos Despertar da Alienação?

Sinto que a minha volta tudo parece não  se  encaixar  direito.
Nas raras vezes em que consigo ver o noticiário, vejo povos sendo perseguidos, mortos, tendo de escolher  entre ser assassinados em próprio país  ou morrer tentando fugir. Vejo desrespeito à vida, incapacidade de enxergar a dor alheia.
Afinal, é muito mais divertido falar da  vida alheia, da opção sexual do colega, julgar a religião  de um povo, do que se importar.
É mais fácil ignorar, fingir não ver, passar por cima, não fazer nada, ficarmos apáticos, sem reação alguma, deixar  que o caos reine, enfim.


É só eu ou alguém mais percebe algo errado?


Isso sem sem citar a total ausência da ética na entidades públicas, a impunidade, a apropriação daquilo  que  não nos pertence  (roubo)


A constância disso tudo faz com que - aos olhos de alguns - tudo isso seja normal. Esse é o fato mais  assustador.


Só consigo pensar numa palavra: Alienação.


O que é Alienação:
Alienação tem diversos significados, pode ser uma cessão de bens, transferência de domínio de algo ou uma perturbação mental.
A alienação é a diminuição da capacidade dos indivíduos em pensar ou agir por si próprios.
Os indivíduos alienados não têm interesse em ouvir opiniões alheias, e apenas se preocupam com o que lhe interessa, por isso são pessoas alienadas.
Um indivíduo alienado pode ser também alguém que perdeu a razão, ou seja, que está louco.
Na psicologia, o termo alienação designa os conteúdos reprimidos da consciência e também os estados de despersonalização em que o sentimento e a consciência da realidade se encontram fortemente diminuídos.


Alienação na Filosofia
A filosofia do direito do século XVIII, abordava a alienação como a renunciação de algumas liberdades individuais a favor do Estado.
No sentido estritamente filosófico, entende-se por alienação o processo ou estado em que algo ou alguém é ou se converte num estranho para si próprio (distante, desconhecido, alheio, outro).
Alienação Social
A alienação social está relacionada com um estado mental do ser humano.
Neste estado mental, ele não compreende que é o formador da sociedade e da política, e aceita tudo sem questionar.
A alienação social incapacita o pensamento independente do ser humano, e ele passa a aceitar tudo como algo natural, racional ou divino.
Este tipo de alienação é considerado o oposto do pensamento crítico, por exemplo.


Os trechos acima, em minha  opinião, descrevem uma realidade próxima de todos. Descreve a manipulação da “Massa”, incapaz de pensar por si mesma, que se deixa moldar pela mídia do consumo, pela falta de conteúdo, por padrões irreais, valores distorcidos. Onde não se sabe por quê a verdade alheia incomoda mais  do que o caos social, intelectual.
Onde anda a autenticidade, os pensadores,  os contestadores,  os revolucionarios?
Desde quando nos conformamos com um Estado caótico paternalista?
Aceitamos as rédeas da padronização intelectual?

Precisamos despertar. Precisamos reaprender a sermos livres.

sábado, 25 de abril de 2015

Conade alerta que proposta da terceirização poderá impedir a contratação de pessoas com deficiência

Ao ler essa noticia, enviada pelo colega Carlos Botelho, por e-mail, temi pelo futuro.
Muitos de nós tem que provar todos os dias o quão capazes somos e, de repente isso...
É lamentável.
O  país à beira do caaos


Notícia 723 de 22/04/2015

Conselheiros e convidados presentes na 97a. Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), debateram na manhã desta quarta-feira (22), em Brasília, o PL 4330/2004, que regulamenta a terceirização. O Conselho considerou que a proposta representa uma ameaça aos avanços do segmento ao tornar sem efeito a Lei de Cotas e ao dificultar as ações inclusivas das políticas públicas.

Durante a reunião, foi aprovada a elaboração de uma moção de repúdio com base em princípios da legislação trabalhista internacional, brasileira e daConvenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência da ONU, que fundamenta os princípios de igualdade e não - discriminação, incorporada à Constituição Brasileira em 2008.

Para o presidente do Conade, Flávio Henrique de Souza, que representa a Central Única dos Trabalhadores (CUT), conselheiros e conselheiras consideram que o PL precariza a qualidade de vida das pessoas, em especial, dos trabalhadores e trabalhadoras com deficiência.

"Há nessa proposta uma flexibilização perigosa na Lei de Cotas para a contratação de pessoas com deficiência. Hoje a lei abrange empresas com quadro de cem a mil funcionários, de 2% a 5%. Supondo os efeitos do PL para uma empresa de 1.010 funcionários, se ela contratar uma empresa pra terceirizar, tendo em média pouco mais de 300 funcionários para cada, o percentual de pessoas com deficiência contratadas já cai", explica.

Em casos extremos, a contratação de pessoas com deficiência pela Lei pode até não existir, segundo o dirigente, pois se a empresa terceirizar a contratação dos seus 1.010 funcionários, dividindo-os em um número de empresas que contrate menos de cem funcionários, ela está desobrigada, de acordo com a Lei de Cotas, a contratar pessoas com deficiência.

O representante da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Antonio José Ferreira, que é vice - presidente do Conade, criticou os prejuízos às políticas inclusivas.

"O PL 4330, sem dúvida, representa um retrocesso em pontos que as pessoas com deficiência levaram décadas para conquistar. O PL pode tornar a Lei de Cotas sem efeito e dificulta as políticas públicas  implementadas pelo governo federal que promovem a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, uma inserção importante que fez e faz tantos empregadores pelo país afora, por meio da convivência com estas pessoas, a perceberem estes profissionais e sua plena capacidade de produzir", disse Ferreira.

O que diz a legislação - A Lei 8.213/1991, chamada Lei de Cotas, prevê que toda empresa privada entre 100 e 200 funcionários destinem 2% das suas vagas para pessoas com deficiência;  entre 201 e 500 funcionários,  3%; entre 501 a 1.000 funcionários, 4% e empresas com mais de 1.001 funcionários,  5% das suas vagas.

LBI no Senado - A Lei Brasileira de Inclusão (LBI), antigo Estatuto da Pessoa com Deficiência, que está em tramitação no Senado, caso aprovada, poderá incluir na Lei de Cotas as empresas com 50 a 99 funcionários.

Abraço
Carlos Botelho



Visitem meu espaço de noticias e utilidade publica.
http://carlinhosbotelho.wordpress.com
http://informativopcd.blogspot.com.br/

domingo, 5 de abril de 2015

Desumanização.

Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo, prefiro acreditar no mundo do meu jeito”. Essa é uma das frases de Renato Russo que reflete minha  descrença na humanidade. Tudo  o que se vê é um querendo tirar proveito do outro, erros amputando sonhos, desrespeito a vida do  outro, desdém… não enxergamos as necessidades do próximo (que muitas vezes está ao lado), mas olhamos apenas para nossos  umbigos, nos queixando de tudo…


Enquanto isso, a vida passa diante de nossos olhos e aqueles momentos que realmente importariam, se foram… se foram e não os  vimos passar.


Somos escravos do relógio, afinal  “Tempo é dinheiro”. A rotina frenética de trabalho nos torna Zumbis do capitalismo, trabalhadores automatizados, sem tempo para sentir, tocar, ouvir amar… triste.


Quero me encontrar, mas não sei onde estou, vem comigo procurar algum lugar mais calmo, longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita. Tenho quase certeza que eu não sou daqui”... outro trecho. Imagino se pudéssemos ter   uma conversar um pouco com Renato hoje. certamente ele partilharia dessa ideia.


Enfim, ainda nos  resta a música, a poesia… Que nos lembram que ainda somos humanos. “A humanidade é desumana mas ainda temos chance, o sol nasce pra todos, só não sabe quem não quer!

sábado, 21 de junho de 2014

A Tecnologia Me Permite Voar... Longe.




Quando batizei este blog eu estava inspiradíssima, pois havia feito algo impensável há alguns anos atrás: pilotar um carro. Hoje vendo esse vídeo, sentindo a emoção na expressão dessa mulher percebo o quão acertiva foi essa escolha... "A Tecnologia Me Permite Voar".
A tecnologia nos permite tantas coisas maravilhosas, coisas que há alguns anos só nos era possível ver nos filmes de ficção cientifica, coisas como próteses biônicas, cirurgias feitas com o médico há quilômetros de distancia do paciente.Quem não se lembra das séries "A Mulher Biônica", "O Homem de Seis Milhões de Dólares" ou mesmo os clássicos "Star Trek" e "Star Wars"? Quando ouço esses títulos lembro-me de quantos sonhos - antes impossíveis - hoje são realidade. Esta é a beleza da Tecnologia: transformar nosso mundo, nossa realidade... basta que saibamos usa-la.